Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro
Intermat 2024

Paris traz de volta a sua feira

Lucas Manuel Varas Vilachán06/06/2024

Após seis anos de espera, a Intermat voltou a reunir o setor das máquinas de construção em Paris. Depois de reestruturar tanto o seu formato como a dimensão e duração da sua exposição, cumpriu o seu objetivo de ser uma grande montra de inovação onde o setor pode lançar as bases para o seu futuro descarbonizado.

A Intermat reabriu as suas portas seis anos após a sua última edição
A Intermat reabriu as suas portas seis anos após a sua última edição.

O centro de exposições Paris Nord Villepinte esteve no seu melhor de 24 a 27 de abril. A Intermat ofereceu uma feira muito dinâmica, com uma grande presença de máquinas nos seus pavilhões e uma grande área exterior, para o que contribuiu o bom tempo que se fez sentir na capital francesa durante quase todos os dias da feira. As tradicionais greves em França, que coincidem com a Intermat, também estiveram presentes. Nesta ocasião, foram as greves dos controladores aéreos que causaram mais do que uma dor de cabeça aos visitantes e expositores que se deslocaram a Paris de avião.

De acordo com os dados oficiais, o número de visitantes foi de 127.500, o que representa uma diminuição significativa em relação aos 173.300 visitantes registados no último salão, ou seja, um terço a menos. O número é atenuado pelo facto de a Intermat ter sido encurtada de sete para quatro dias, o que resulta em 31 875 visitantes por dia em 2024, em comparação com 26 140 em 2018. Esta maior concentração de dias de feira teve um impacto positivo no número de contactos diários por expositor, que aumentou 30% em relação à edição anterior.

Imagen

Apesar da sua orientação internacional, esta edição da Intermat confirma a tendência de uma feira cada vez mais local, pelo menos em termos de visitantes. Enquanto em 2018, 30% dos participantes da feira eram internacionais, este ano, 2024, a percentagem desce para 21%, o que contrasta com os números dos expositores, 1.065 no total, 68% dos quais eram estrangeiros.

Em termos de marcas, praticamente todos os grandes nomes do setor estiveram representados em Paris. A ausência de grandes empresas de elevação, como a JLG e os dois principais fabricantes franceses de elevação, Manitou e Haulotte, foi notável. Além disso, confirmou-se o empenhamento dos principais fabricantes chineses de maquinaria que temos visto nos últimos salões europeus, com a única ausência notável da XCMG.

As demonstrações tiveram lugar na área de exposição exterior
As demonstrações tiveram lugar na área de exposição exterior.

Eletrificação e novas tecnologias, as principais tendências

Durante os intensos meses de trabalho de comunicação e divulgação que antecederam a feira, os organizadores insistiram em conceber a Intermat 2024 como um 'hub' de tendências, no qual a sustentabilidade e as novas tecnologias estariam no centro. Tanto as jornadas de imprensa realizadas em janeiro como as conferências organizadas pela Intermat em várias cidades europeias, incluindo Madrid, anteciparam que conceitos como a descarbonização e a digitalização das obras seriam os protagonistas desta edição.

Na abertura do salão, os presidentes das cinco principais organizações francesas do setor da construção - DLR, Evolis, FFB, FNTP e Seimat - assinaram o manifesto 'As quatro chaves para apoiar a descarbonização dos equipamentos de construção'.

Imagen

Debates e mesas redondas sucederam-se na feira, que dispunha mesmo de uma televisão onde se realizaram debates e entrevistas sobre o setor. O novo Cluster de Novas Tecnologias e Energia e o Start-up Village completaram esta oferta dedicada às tecnologias e equipamentos que integram as energias novas, alternativas ou renováveis, a engenharia virtual e digital, as soluções de armazenamento de energia e os veículos autónomos.

Mas foram os próprios expositores que fizeram da Intermat 2024 uma montra de novas tecnologias. Dos veículos autónomos às aplicações baseadas na inteligência artificial, passando por uma exposição de máquinas elétricas que abrange uma gama cada vez maior de tipos e dimensões de veículos. Apesar da resistência que os utilizadores de máquinas continuam a mostrar à eletrificação, os fabricantes continuam a apostar nesta tecnologia. Um dos mais destacados é a LiuGong, que sob o lema '100% verde' apresentou cinco novos modelos elétricos dos 40 que tem na rampa de lançamento até 2027.

Imagen

A Intermat 2024 é uma feira que o mercado francês está à espera há seis anos. Desde a edição anterior da feira em 2018, a evolução da indústria de equipamentos de construção tem sido enorme, especialmente do ponto de vista tecnológico. Conceitos como a IA aplicada às máquinas, que eram então ficção científica, estão agora na ordem do dia. Embora os expositores façam uma avaliação mista da sua participação na feira, é inegável o sucesso da Intermat como grande montra de novas tendências. Além disso, a concentração dos dias de exposição revelou-se um sucesso, otimizando a participação das empresas e os custos da sua presença no salão.

Imagen

A próxima edição da Intermat, em abril de 2027, será um termómetro importante para uma feira que se realizará com um calendário (espera-se) normalizado após o cancelamento de 2021 e para um mercado, o francês, que deixará de ter dinamizadores como a proximidade dos Jogos Olímpicos. Em todo o caso, é sempre um prazer regressar a Paris e constatar que a inovação continua a ser o grande motor do setor da construção.

Prémios de inovação

Um dos eventos mais aguardados da Intermat é a 9ª edição dos Intermat Innovation Awards, que decorreu na primeira noite da feira. Um júri internacional, incluindo María Moreno, diretora de contratação, assuntos técnicos e internacionais da Seopan do lado espanhol, foi responsável pela seleção dos vencedores nas cinco categorias a concurso. A decisão do júri foi a seguinte.

Construção, engenharia civil e indústria do betão

  • Ouro: Betolar
  • Prata: Aranea e Michelin
  • Bronze: Selfbeton

Descarbonização / Transição energética

  • Ouro: Moog Constuction
  • Prata: Novum Tech

Novas tecnologias

  • Ouro: Tenstar Simulation
  • Prata: Excess Engineering
  • Bronze: Moasure

Indústrias de estradas, materiais e fundações

  • Ouro: Bomag
  • Prata: DMS Techologie
  • Bronze: Supply Company

Movimentação de terras, demolição e transporte

  • Ouro: Dynaset
  • Prata: Duratray International
  • Bronze: Steelwrist

Prémios especiais

  • World Of Concrete Europe: Putzmeister
  • Start-up: Muodim e Heracles Robotics
foto

REVISTAS

Siga-nos

NEWSLETTERS

  • Newsletter EngeObras

    05/06/2024

  • Newsletter EngeObras

    22/05/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

www.engeobras.pt

Engeobras - Informação para a Indústria de Construção Civil, Obras Públicas e setor mineiro

Estatuto Editorial